Skip to Content
0

GRC Inbound NFe 4.0 - substituição tributária

May 02 at 06:44 PM

105

avatar image
Former Member

Boa tarde !

Estou com um cenário de compra RJ p/ RJ onde tenho o ST.

No arquivo XML recebido tem o destaque de ICMS FCP e ICMS FCP ST.

No meu cadastro de material o mesmo está com 01 continuação de processo.

Ao efetuar a entrada pelo GRC as informações do pedido de compra não carregam os dados de FCP e isso impossibilita a entrada.

Efetuei um teste via MIRO e o calculo saiu corretamente, no entanto estou precisando de uma ajuda para o Inbound.

impostos-grc.jpg

lancamento-miro.jpg

Desde já agradeço

impostos-grc.jpg (59.0 kB)
lancamento-miro.jpg (106.4 kB)
10 |10000 characters needed characters left characters exceeded
* Please Login or Register to Answer, Follow or Comment.

2 Answers

Marcos Lima de Almeida Batista May 02 at 06:59 PM
0

Boa tarde Alessandro,

Os lançamentos na J1B1N (MIRO), foram manuais ou automáticos?

As informações de FCP estão contidas no seu pedido de compras?

Show 5 Share
10 |10000 characters needed characters left characters exceeded
Former Member

Foram automáticas na MIRO de acordo com as informações do pedido de compras

0
Former Member
Former Member

E no PO não tem informações de FCP

0

O problema pode estar aí... o programa que efetua a simulação de fatura, lê as informações do pedido de compras e a falta dessas informações que podem estar gerando seu problema. Sugiro que você "debugue" essa simulação para ver o momento em que o programa tenta buscar as informações do pedido de compras e não acha as mesmas.

0
Former Member

Vou fazer isso, pois pelo entendimento que tenho, os materiais para industrialização não carregam as condições de FCP para a NFe (MIRO) e por isso que funciona e leva a aliquota cheia no meu caso 20%.

Por via das duvidas ativei o tipo de condição FPS2 para ST FCP, as condições BCI1 e BCI4 estão ativas na PO, mas mesmo assim o erro permanece no inbound e o resultado da MIRO fica correto.

Vou solicitar um DEBUG para ver onde se perde na entrada via GRC.

Desde já agradeço, mas se tiver alguma outra idéia será bem vindo

0

Alessandro, verifique também com o setor fiscal da sua empresa se faz sentido o fornecedor lhe enviar esse material com FCP, pois se não fizer sentido basta rejeitar a NF-e e solicitar ao fornecedor que lhe envie uma nova com as informações de impostos corretas. Caso contrario você terá que adequar seu SAP para esse processo.

1
avatar image
Former Member May 09 at 05:06 PM
0

Após analise fiscal o mesmo desconsiderou o cenário e efetuou entrada via MIRO

Share
10 |10000 characters needed characters left characters exceeded