Skip to Content
author's profile photo Former Member
Former Member

CT-E Automação do Processo

Pessoal, boa tarde.

Estamos viabilizando a implementação da automação do processo de entrada de CTe via GRC.

O processo será standard até a entrada no arquivo XML na camada do ECC, a partir desse momento temos algumas particularidades nos cenários do cliente.

Os processos envolvem algumas particularidades como geração da folha de serviço automatizada via JOB para determinados cenários e geração da folha de serviço manualmente para outros cenários.

Após a criação da Folha de Serviço é realizada a entrada manual do Frete através da transação MIRO em que informações são adicionadas manualmente como Invoice Date, Reference, Amount, Service Entry Sheet, Tax Code, Pay Terms e NF Type.

Durante a criação do Conhecimento Incoming outras informações são entradas manualmente como ISS Tax Law, Control Code, CFOP, Incoterms, Random No e Check Digit.

Para alguns cenários é utilizado o número do Documento de Material para realizar a entrada do frete via transação MIRO. Em outros cenários, informações adicionais são registradas como BaselineDt e Pay Terms.

Baseado nessas premissas, gostaríamos de saber se os recursos disponibilizados se o processo de CTe Flexível disponibilizado atende a essas particularidades de forma standard ou se é necessário a criação de uma transação Z com o objetivo de automatizar a execução das etapas de entrada de frete, baseado no XML recebido no SAP ECC via BADI standard.

Qualquer orientação é bem-vinda.

Obrigado

Ruy Castro

Add a comment
10|10000 characters needed characters exceeded

Related questions

1 Answer

  • author's profile photo Former Member
    Former Member
    Posted on Sep 15, 2016 at 07:50 PM

    Olá,

    O processo flexível consiste em duas BADIs (uma antes do DACTE e outra depois). Frente a isso, de qualquer forma você precisará desenvolver sua própria lógica para lançamento em uma das etapas (ou ambas), de acordo com sua necessidade.

    Adicionalmente, o monitor não irá receber NFSE (notas de serviços), somente conhecimentos estão previstos.

    Por fim, você não precisará necessariamente desenvolver uma transação Z, você poderá usar o próprio Monitor Fiscal (CTe Fiscal Workplace) para lançar, e a partir da determinação de processo empresarial o sistema irá determinar o processo flex e chamar a lógica que você desenvolver.

    Caso opte por não usar o processo flex, os processos standard possuem algumas limitações, como por exemplo a relação Pedido / Custo de Frete / Folha de serviço (1 pra 1), qualquer coisa que fuja disso inviabiliza o lançamento (obrigando a utilização do flex).

    Espero ter colaborado.

    Sds.

    Gian

    Add a comment
    10|10000 characters needed characters exceeded

Before answering

You should only submit an answer when you are proposing a solution to the poster's problem. If you want the poster to clarify the question or provide more information, please leave a comment instead, requesting additional details. When answering, please include specifics, such as step-by-step instructions, context for the solution, and links to useful resources. Also, please make sure that you answer complies with our Rules of Engagement.
You must be Logged in to submit an answer.

Up to 10 attachments (including images) can be used with a maximum of 1.0 MB each and 10.5 MB total.